Malafaia rebate acusações feitas em matéria da Crusoé: ‘Não tenho nada a esconder’

Uma investigação da Polícia Federal teria encontrado o nome do pastor Silas Malafaia como cliente de uma rede de doleiros que ficou notabilizada entre os investigadores por fazer parte dos esquemas descobertos pela Operação Lava-Jato. Nas redes sociais, o líder evangélico negou ter esquemas ilícitos e desafiou a Crusoé a provar seu envolvimento.

A revista Crusoé noticiou que o nome de Silas Malafaia estaria numa lista de clientes de uma rede de operadores de câmbio comandada pelo doleiro Dario Messer. A matéria da publicação digital cita o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) como um dos “ordenantes”, atribuindo a informação à Polícia Federal.

“O nome do chefe da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo aparece junto aos de cassinos, multinacionais, importadores e empresários chineses e latino-americanos na contabilidade paralela de compra e venda de dólares que movimentou cerca de 5,5 bilhões de reais, entre 2011 e 2017”, diz um trecho da matéria publicada pela revista.

Nas redes sociais, o pastor reagiu à publicação, que foi ecoada pelo portal O Antagonista (empresa do mesmo grupo da revista): “Bando de canalhas inescrupulosos! Vou desafiar esses canalhas, na Justiça, provarem que sou cliente de doleiro. Essa é a imprensa que quer cercear as redes sociais para que você não possa se defender. Porque não me ligaram? Têm meu telefone. Canalhas!”, escreveu Malafaia no Twitter.

Revista publicou destaque de material das investigações da Polícia Federal

 

Ainda na sexta-feira, 03 de julho, o pastor publicou um vídeo em que não conteve sua contrariedade com a publicação da Crusoé, e afirmou que suas transações no exterior, incluindo a venda de um apartamento que era usado pelo seu filho no tempo em que estudou nos Estados Unidos, tinham sido declaradas ao Banco Central.

“Mais uma safadeza para tentar destruir a minha reputação. Vocês se lembram da Operação Timóteo? Quem não deve, não teme. Aquela safadeza de tentar me vincular com corruptos, com uma oferta que eu recebi e declarei no Imposto de Renda. Agora tem uma mais nova. Querem destruir a minha reputação porque eu abro a minha boca, porque defendo o presidente, porque estou denunciando autoridade do mais alto escalão”, declarou o pastor.

Malafaia acrescentou que estava desafiando seus acusadores: “Diz valor, dia e ano que eu mandei dinheiro ilegal para o exterior. Agora, eu compro dólar em casa de câmbio aberta aqui, para viagens ao exterior que eu faço. E até um membro da minha igreja, que trabalha numa casa de câmbio, e eu dou cheque. É isso? Isso é uma pouca vergonha”.

“Não tenho nada para esconder, minha vida aqui é aberta. Há vinte ou vinte e dois anos atrás, quando meu filho foi estudar na América, fui numa casa de câmbio na Barra – naquela época se utilizava isso – mandei dinheiro para pagar matrícula da faculdade, para dar entrada num apartamento financiado em 30 anos. É isso?”, questionou, dando a entender que essas seriam as únicas transações de vulto realizadas por ele.

“A minha editora, Central Gospel, tem o contrato com editoras americanas e autores americanos. Estão aí. Antigamente, era HSBC que fazia remessa. [O banco] foi comprado pelo Bradesco”, acrescentou, enquanto mostrava documentos das transações feitas por ele e sua empresa registradas junto ao governo. “Tentativa de me vincular com bandido e com canalha. Como é que a Polícia Federal concede, para uma revista, informação que pode te denegrir e eu, que sou um pseudo envolvido, não sei de nada? Que bandidagem, que cachorrada, é essa?”.

 
 
Fonte Gospel Mais.
Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: