Cantora Priscilla Alcantara aprova dia do orgulho LGBT: ‘Dou todo meu respeito’

A cantora Priscilla Alcantara endossou a celebração do dia do orgulho LGBT durante uma live recente da qual participou. Habituada a polêmicas, a artista evitou entrar no mérito do que a homossexualidade representa para a doutrina cristã e limitou-se a dizer que pratica o respeito.

A convite da revista Marie Claire, Priscilla Alcantara participou de uma live com o jornalista Felipe Carvalho, e foi questionada sobre a forma como observa a comunidade LGBT e suas bandeiras.

“Ontem foi o Dia do Orgulho LGBTQIA+. Qual sua opinião sobre este movimento, seja por base religiosa ou pela sua experiência pessoal?”, questionou o jornalista, no bate-papo realizado na última segunda-feira, 29 de junho.

“Considero a importância e dou todo meu respeito principalmente por ouvir histórias de perto. Esses dias vi no Twitter um vídeo de uma mulher agredindo um gay dizendo ‘Sou serva de Deus’. Aquilo foi um ataque homofóbico! Tenho vontade de chorar porque não faz sentido!”, respondeu a cantora.

Em seguida, Priscilla Alcantara afirmou que o seu foco principal é passar uma mensagem de fé, conforme informações do portal ObservatórioG: “A abordagem que quero ter com esta comunidade é de respeito. Porque durante tanto tempo, erguemos tantos muros que só ferimos uns aos outros. A abordagem que desejo ter é de amor e respeito porque é isso que eu tenho que oferecer!”, finalizou.

Polêmicas

Há menos de um ano, a cantora interpretou a música Alegria, de Ivete Sangalo, em um evento cristão, o que suscitou críticas por parte do público evangélico. “Isso é de Deus?”, questionou um internauta, a respeito da inserção da música secular no repertório da cantora.

O assunto virou um verdadeiro debate, com alguns se manifestando em defesa de Priscilla Alcantara: “Acho que é um show não um velório. Bora deixar de hipocrisia meu povo! Quando você era do mundo arrastava o pé e pulava até o chão hipócrita! Até Davi dançou pra Deus”, disse uma internauta.

Outro usuário de rede social, então, rebateu: “Não compare Davi e nem a forma que ele dançou com isso aí, por favor! Davi estava trazendo a presença de Deus que havia se perdido há muito tempo. Já isso aí só está afastando a presença. Cantar Ivete Sangalo dentro de um culto e falar que é pra Deus? Menos por favor”, disparou.

Em dezembro de 2016, Priscilla disse que “não somos pecadores”, o que suscitou um enorme debate de cunho teológico sobre a afirmação. Líderes evangélicos, teólogos e até fiéis discutiram a infeliz frase da cantora, que contradiz a Bíblia, já que tornaria o sacrifício de Jesus, vão.

Mais recentemente, Priscilla Alcantara afirmou que havia adotado uma música do transexual Pabllo Vittar como seu “novo hino” e recomendou que outra artista gospel, a pentecostal Cassiane, ouvisse a faixa.

Intitulada Rajadão, a música traz versos que se valem do vocabulário comum às pregações triunfalistas, e vem ganhando vídeos feitos por fãs do cantor com cenas de manifestações sobrenaturais gravadas em cultos pentecostais.

No Twitter, Priscilla Alcantara expressou sua aprovação à música devido à similaridade com canções gospel pentecostais: “Rajadão é meu novo hino”.

Fonte Gospel Mais.
Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: