Apresentadora Xuxa volta a atacar ministra Damares Alves por postura conservadora sobre homossexualidade

A apresentadora Xuxa voltou a tecer críticas ao posicionamento da ministra Damares Alves, opondo-se à postura de defesa da visão cristã em relação à homossexualidade adotada pela titular da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Numa live realizada pela revista Harper’s Bazaar Brasil, a apresentadora da Record TV voltou a criticar a postura de Damares Alves citando uma declaração feita muito antes de ela assumir o posto no governo do presidente Jair Bolsonaro sobre o filme Frozen.

“Outro dia uma ministra falou sobre princesas que são lésbicas por ficarem sozinhas, como uma coisa pejorativa. Isso não é uma escolha, é condição. Escolha é quando alguém é casado, e escolhe beijar outra pessoa, por exemplo. Nascer menino e beijar menino isso é uma condição”, disse, reverberando o argumento usado pela militância LGBT.

“Tem gente que diz que [homossexualidade] é coisa do diabo e fico pensando: ‘Como elas dizem isso? Elas não têm o direito de se meter. Não tem o direito de falar isso de outro ser humano’”, acrescentou a apresentadora que, por muitos anos, foi tratada como “rainha dos baixinhos”, por conta dos programas infantis que apresentava na TV Globo.

Em outro ponto da entrevista, Xuxa disparou seu arsenal de declarações politicamente corretas e contraditórias, como a defesa da liberdade individual para questões da vida adulta, como a sexualidade, mas pregando a interferência do Estado sobre outras áreas.

“Temos que botar a homofobia, o racismo, a violência contra criança como uma coisa exacerbada. Nós não podemos julgar as pessoas, não podemos nos meter na vida das pessoas e precisamos proteger os mais frágeis: crianças, velhos, e outros”, disse, conforme informações do Yahoo!.

Em declarações anteriores, Xuxa declarou considerar a palmada em crianças como espancamento. Em 2014, ela bateu boca através da imprensa com o deputado pastor Eurico (à época filiado ao PSB), e motivou inclusive um posicionamento do então senador Magno Malta (PR-ES): “É uma piada de mal gosto. Estão confundindo espancamento com correção. A Bíblia diz que filho sem correção é a vergonha de seu pai e a decepção da sua mãe”, declarou.

Na declaração atual, Xuxa afirmou que vê espaço para o debate político civilizado: “Respeitem se as pessoas são de esquerda, direita ou centro na política. Tem gente que aprende (a ter respeito) com tempo, mas tem gente que não. Tem a ver com o caráter também”, ressaltou.

Por fim, expôs outra causa pela qual milita e que, inclusive, já a indispôs com evangélicos: o veganismo. Segundo ela, as pessoas reprovam sua pregação em defesa dos animais: “Falo de veganismo e as pessoas usam a Bíblia para defender [o abate de animais]. Dizem que tem que comer sim animal, e digo que Deus é amor; que na Bíblia diz que temos que amar uns aos outros, que não podemos matar”, finalizou, expondo toda a distorção que usa como argumento.

Fonte Gospel Mais.
Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: