Igrejas fazem a diferença durante quarentena e relembram afirmação de Damares Alves

Uma das declarações consideradas mais polêmicas da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, foi a de que “é o momento de a igreja ocupar a nação”.

A declaração de Damares Alves foi dita em fevereiro desse ano, na ocasião de uma entrevista. No contexto, a ministra cobrou das denominações religiosas maior participação no acolhimento dos refugiados venezuelanos, vítimas da ditadura socialista de Nicolás Maduro.

“A igreja pode colaborar com a transformação da nação”, disse Damares. “Se cada igreja trouxesse um venezuelano e cuidasse, nós resolveríamos o problema da fronteira.”

Igrejas na pandemia

Cerca de um mês após a cobrança de Damares Alves sobre o maior protagonismo das igrejas cristãs no âmbito social, estoura no Brasil a pandemia do novo coronavírus.

Para a felicidade da nação e também alegria da ministra da Família e Direitos Humanos, uma das figuras centrais que tem se mostrado firme no combate à pandemia do novo coronavírus deste então é justamente a igreja cristã.

Por todo o país, cristãos, líderes religiosos na figura de pastores e padres principalmente têm se mobilizado para auxiliar a sociedade na luta contra o coronavírus.

Às palavras de Damares Alves ditas em fevereiro passado, portanto, parecem fazer sentido: a igreja, de fato, ocupa a nação através de um dos papeis mais fiéis ao Evangelho de Cristo, que é a demonstração prática de amor aos necessitados.

Igrejas se mobilizaram para arrecadar alimentos, juntando toneladas de itens básicos para o consumo humano. Em um dos exemplos foram 30 toneladas arrecadadas. Só a cantora Aline Barros reuniu 50 toneladas de alimentos para doação.

Máscaras de proteção também foram fabricadas, a exemplo de um conjunto de igrejas em Vitória da Conquista, na Bahia, que além da doação de alimentos, também fabricou o item de proteção individual contra o coronavírus.

Damares, segundo o DW, havia declarado: “A igreja pode colaborar com a transformação da nação.” Hoje, na pandemia, certamente qualquer pessoa poderá constatar que essa não é uma afirmação vazia, mas real, amparada no potencial que às instituições religiosas possuem perante à sociedade, independentemente do seu reconhecimento.

Fonte Gospel Mais.
Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: