Felipe Neto lidera campanha de denúncias contra Malafaia nas redes sociais

Felipe Neto iniciou uma campanha de censura contra o pastor Silas Malafaia nas redes sociais, incentivando seus seguidores a denunciarem as publicações do líder neopentecostal com questionamentos às autoridades a respeito da quarentena para conter a expansão do coronavírus.

youtuber e empresário possui um longo histórico de desavenças com o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC). Os dois costumam terminar suas trocas de farpas públicas na Justiça, sendo que num capítulo recente, o influenciador digital foi obrigado a aceitar um acordo em que admitia não ter provas de que Malafaia tenha enriquecido com as ofertas e dízimos dos fiéis.

No Twitter, Felipe Neto comemorou que a rede social havia atendido aos apelos em massa dos usuários, incentivados por ele: “Galera, deu certo! Twitter apagou os posts do Silas Malafaia dizendo que quarentena no Brasil é uma farsa e disseminando informações que ameaçam a saúde pública. Agora falta o Youtube apagar o vídeo, já estamos denunciando”, escreveu o youtuber na noite da última quinta-feira, 02 de abril.

Já nesta sexta-feira, 03 de abril, o YouTube removeu do canal do pastor o vídeo em que ele mostrava cenas do comércio aberto nas comunidades carentes do Rio de Janeiro e chamava de “quarentena de araque” a medida de restrição decretada pelo governador Wilson Witzel (PSC).

“Vocês estão sendo enganados por uma quarentena de araque. Mandei gente minha gravar em duas comunidades, um com um jornal de 01 de abril, para provar que não tem montagem […] o outro com celular mostrando a hora para mostrar que foi no final do dia de hoje. Preste atenção a esses vídeos”, dizia o pastor no vídeo que foi deletado.

“Quero bater palma para essa gente pobre, trabalhadora, aguerrida que está desmoralizando essa quarentena de araque de governadores e prefeitos. Todas as comunidades no Brasil estão abertas. No Rio de Janeiro existem mais de dois milhões de pessoas que moram em áreas de comunidade. Se esses caras estão falando de catástrofes de coronavírus, já era para ter acontecido e ter morrido centenas de milhares”, opinou o pastor no vídeo deletado.

Felipe Neto @felipeneto
 

Galera, deu certo!

Twitter apagou os posts do Silas Malafaia dizendo que quarentena no Brasil é uma farsa e disseminando informações que ameaçam a saúde pública.

Agora falta o Youtube apagar o vídeo, já estamos denunciando.https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2020/04/depois-de-familia-bolsonaro-twitter-apaga-postagens-de-silas-malafaia.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social-media&utm_content=geral&utm_campaign=noticias 

Depois de família Bolsonaro, Twitter apaga postagens de Silas Malafaia – 02/04/2020 – Painel – Folha

Rede social tem apagado conteúdo que acredita que pode colocar as pessoas em risco na pandemia

folha.uol.com.br
5.678 pessoas estão falando sobre isso
Fonte Gospel Mais.
 
Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *