Pastor alerta sobre ocultismo e ataque à família na música ‘Bob’, de Kamaitachi

A música Bob, do artista carioca Kamaitachi, se tornou um dos vídeos mais acessados do YouTube, com quase 4,5 milhões de visualizações desde seu lançamento, em junho de 2019. No entanto, os temas abordados na letra, como uso de drogas, aborto e infidelidade conjugal vem chamando atenção do público.

O pastor Renato Vargens compartilhou um breve artigo em sua página no Facebook orientando pais a se manterem atentos ao que os filhos consomem na internet. O líder evangélico destacou que a letra fala de um amigo imaginário que, além dos temas abordados de forma mais direta, deprecia a figura dos pais.

“Desde ontem tenho recebido inúmeras mensagens me questionando sobre a minha opinião a respeito da ‘música do Bob’. Confesso que eu particularmente não conhecia a letra como também a melodia”, contou o pastor.

“A ‘música do Bob’ com aproximadamente cinco milhões de visualizações no Youtube e que possui um ritmo envolvente tornou-se hit nas redes sociais nos últimos dias. Mas o que Bob tem de diferente de outras músicas para atrair tanta audiência? A resposta é simples: a canção trata um amigo imaginário com ênfase em suicídio, drogas, assassinato, adultério e ocultismo”, resumiu Vargens.

Kamaitachi é uma referência a um demônio do folclore japonês. Na Wikipedia, o termo é descrito como uma junção das palavras “Kama“, que significa foice, e “itachi“, doninha. Na cultura popular do país oriental, este ser sobrenatural estaria associado a cortes que as pessoas sofrem quando são atingidas por um golpe de ar frio.

Em seu conselho aos pais, o líder evangélico enfatizou que algumas situações exigem medidas práticas e uso de autoridade para evitar que algumas ideias seduzam os filhos, levando-os a uma compreensão equivocada da família e da vida.

“A letra é depreciativa com a figura dos pais, trata de aborto, foca numa mãe que usa antidepressivos, um pai que consume (sic) cocaína, adultério, e outras coisas mais. Diante do exposto aconselho aos pais: estejam atentos aquilo que seus filhos estão ouvindo na internet; não permitam que seus filhos ouçam essa música; se por acaso eles ja ouviram conversem a respeito dela com eles e desconstruam em sua mente toda malignidade por ela produzida”, instruiu Renato Vargens.

Ao final, o pastor reiterou aos pais uma ação que muitos têm deixado de lado: “Ore por e com seus filhos”.

Fonte Gospel Mais.

Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: