“Depressão é causada por uma doença natural ou por demônios?”, pergunta Feliciano

“Depressão é causada por uma doença natural ou por demônios?”, pergunta Feliciano

Um enquete realizada pelo pastor e deputado federal, Marco Feliciano, causou muita polêmica nas redes sociais envolvendo a discussão se a depressão seria provocada por uma doença natural ou por ação demoníaca.

Em sua conta oficial o pastor perguntou: “Para você, a depressão é causada por uma doença natural ou por demônios? Comente!”, utilizando um recurso de pesquisa oferecido pelo próprio Facebook.

Rapidamente várias pessoas comentaram, muitas criticando a insinuação espiritual feita pelo pastor com a depressão, especialmente por algumas personalidades evangélicas e até pastores já terem dito que passaram ou estão com depressão, como é o caso do cantor Pregador Luo, que recentemente disse em uma entrevista estar enfrentando o problema.

“A Bíblia não menciona a palavra depressão, embora descreva pessoas que poderiam se chamar de depressivas”, explicou em outra matéria o pastor George Hilton, dizendo que os cristãos não estão imunes à depressão.

“Um exemplo bíblico de depressão foi o caso de Jonas, o próprio Elias que pediu a morte, Jeremias em Lamentações, Davi em muitos de seus Salmos cita situações de completa angústia”, exemplifica o pastor.

A ênfase no aspecto curativo e não no estilo de vida

Comentando a enquete feita por Feliciano, muitos internautas enfatizaram que a depressão é uma doença como qualquer outra, necessitando de tratamento.

“Depressão não é só tristeza. Essa doença tem inúmeros sintomas. Se fosse apenas ‘o inimigo’, uma oração funcionaria, mas não é o caso”, disse uma internauta, enquanto outro também citou o exemplo de Elias:

“Se fossem demônios muitos profetas foram possessos Elias entrou em depressão profunda e se escondeu em uma caverna até a morte pediu a Deus”, destacou.

Ainda assim a depressão permanece um conceito de doença ainda não unânime entre os profissionais de saúde mental.

Muitos, como Allan V. Horwitz e Jerome C. Wakefield, autores do livro “Tristeza Perdida – Como a psiquiatria transformou a depressão em moda”, argumentam que há uma “tendência” entre os profissionais em se diagnosticar o que eles chamam de “tristeza profunda” como depressão, o que é um erro.

Outros autores destacam o contexto de vida e a cultura como desencadeantes da depressão, o que explica o motivo pelo qual esta é considerada a doença do século pela Organização Mundial de Saúde, já que a humanidade vive em acordo com o ritmo da globalização.

Na prática, portanto, o problema não estaria no organismo do indivíduo, como alguns pensam, mas no ambiente, em seu estilo de vida, experiências sociais e suas motivações pessoais, algo difícil de compreender plenamente.

É também com base nisso que o médico cristão Rodrigo Assunção já deu alguns conselhos que ressaltam a importância do estilo de vida como diferencial:

“Não deixe de descansar, tirar férias, viajar, ter momentos de descontração e estar com os seus familiares, ações como estas são preventivas contra este mal. São coisas simples, mas que vão ajudar a evitar um esgotamento físico e psicológico”.

Feliciano explica a enquete e diz já ter enfrentado a depressão

Após a grande repercussão, que gerou mais de 500 mil comentários em sua postagem, o pastor Marco Feliciano se pronunciou em resposta aos críticos, dizendo que “ciência e a fé podem caminhar juntas” e que “diferente dos idiotas inúteis de plantão que não conseguem entender, se trata de uma pesquisa”.

“O mundo espiritual é nossa seara, afinal sou um pastor. Mas para minha surpresa descobri que tem muita gente que me segue e não professa a fé cristã, ou são cristãos só de nome, pois cristão de verdade não xinga, não tem linguajar chulo, e ainda que ofenda alguém em pouco tempo se arrepende e tem a coragem de pedir desculpas e perdão”, escreveu o pastor.

Feliciano também explicou que a motivação para a enquete foi por conta do número de evangélicos que já disseram ter enfrentado a depressão, o que lhe fez querer saber a opinião dos seguidores.

 

Fonte Gospel Mais

Compartilhe
Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 40 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: