5 boatos e teorias absurdas sobre o bloqueio do WhatsApp!

Por Ailson Garcia

Quais foram os boatos mais curiosos e mirabolantes inventados no dia em que o WhatsApp saiu do ar no Brasil? Descubra aqui!

No dia 17 de dezembro de 2015, o aplicativo WhatsApp ficou fora do ar por algumas horas em cumprimento a uma medida judicial, dando origem a uma série de teorias e boatos infundados sobre a interrupção desse serviço de troca de mensagens instantâneas no Brasil. Algumas dessas teorias são criadas “na base da zoera”, masmuita gente acaba acreditando e passando adiante e o estrago acaba tomando proporções inimagináveis!

Veja cinco dos melhores boatos aqui e descubra porque não devemos acreditar cegamente em tudo que circula nas redes sociais:

Áudio se espalha no WhatsApp sobre um iminente golpe de estado! Será verdade?

1 – Decisão judicial mandou limpar banco de dados

A imagem abaixo mostra um trecho da decisão judicial, expedida em São Bernardo do Campo, solicitando a interrupção do WhatsApp no Brasil por 48 horas. O boato que circula juntamente com essa imagem afirma que o documento (que foi expedido na cidade onde mora o ex-presidente Lula) solicita a limpeza de todos os dados de todas as conversas [inclusive de políticos] que ficavam armazenadas nos servidores da empresa. Com isso, o texto dá a entender que essa paralisação do WhatsApp seria uma jogada apenas para apagar provas de alguns políticos que estariam envolvidos em escândalos de corrupção:

1-boato_whatsapp

A verdade é que o documento pede para que seja feita uma limpeza de cache nos servidores do WhatsApp e isso NÃO apaga dados gravados nos bancos de dados da empresa. A limpeza de cache (que são arquivos temporários) foi solicitada para evitar que sites e serviços vinculados ao WhatsApp não consigam acessa-lo via proxy transparente. Os provedores mantém esses arquivos de cache para agilizar – entre outras coisas – as conexões entre usuários e servidores!

Como o pedido da paralisação do WhatsApp foi feito por causa de uma investigação (que corre em sigilo), a ordem de apagar dados seria contraproducente para investigações!

2 – WhatsApp foi derrubado pelo concorrente

A imagem abaixo mostra um dos muitos boatos que se espalharam pelas redes sociais no dia 17 de dezembro de 2015. O alerta afirma que a Oi Telemóvel teria inventado esse bloqueio do WhatsApp no Brasil para fortalecer a sua base de clientes no concorrente, Telegram!

2-boato_whatsapp

A verdade é que não dá para levar a sério uma denúncia que nem é assinada, né?

Pra começar, o Telegram é um aplicativo criado pelos irmãos fundadores da rede social russa VK e nada tem a ver com o grupo OI (erradamente chamada de “Oi Telemóvel” no boato).

No entanto, esse aplicativo acabou se dando bem com a interrupção dos serviços de mensagens instantâneas do seu concorrente. Em poucas horas com o WhatsApp fora do ar, o Telegram conquistou cerca de 1,5 milhão de novos usuários brasileiros! Um número alto, mas muito menor do que 60 milhões!

É bom lembrar que todo bom boato é aquele que volta a circular de tempos em tempos e esse não é diferente. Em março de 2015, essa mesma “notícia” havia se espalhado pelo Facebook!

3 – Bloqueio para evitar divulgação de prisão de Lula

O alerta abaixo apareceu no Twitter no dia 16 de dezembro afirmando que o bloqueio do WhatsApp foi um plano orquestrado pelo Governo Federal para evitar a propagação da notícia da prisão do ex-presidente Lula (que, segundo o texto, irá acontecer no dia 18 de dezembro de 2015):

3-boato_whatsapp

A verdade é que o WhatsApp foi bloqueado por causa um descumprimento judicial ordenado na metade do ano de 2015 e nada tem a ver com prisões de políticos (pelo menos, não pelo que se sabe). Além disso, não vai ser por falta de WhatsApp que ficaremos sem notícias. Como vimos acontecer, mais de um milhão de usuários que ficaram algumas horas sem WhatsApp se mudaram rapidamente para outro mensageiro. Seria bem complicado esconder uma prisão como essa!

4 – Bloqueio foi armado pelas empresas de telefonia

Esse boato pareceu no Facebook no dia 17 de dezembro de 2015 e afirmava (sem apresentar provas, é claro) que o bloqueio do WhatsApp teria sido um plano criado pelas empresas de telefonia com o propósito de mostrar ao governo o quanto que ele está perdendo em arrecadação de impostos com ligações telefônicas. O texto ainda pede para que os usuários não façam ligações através dos celulares para que as operadoras não tenham exito em seu plano malígino:

4-boato_whatsapp

A verdade é que o governo continua recebendo seus impostos das operadoras independente se foram feitas ligações de voz ou de dados. É claro que o valor de uma ligação telefônica é muito maior do que o de a mesma ligação feita via dados, mas isso é mais culpa das operadoras que podiam passar a priorizar a disponibilização de oferta de dados ao serviço de voz e, dessa forma, lucrarem mais (e pagarem mais impostos sobre esses lucros).

Essa ideia da criação de um cartel apenas para “mostrar ao governo” é muito improvável (tanto é que quem inventou issonão apresentou nenhuma prova). Como o ônus da prova cabe ao acusador e não conseguimos provar que algo não existe, estamos no aguardo de algum documento que confirme esse boato. Até lá, essa história é falsa!

Além disso, nem é preciso que o WhatsApp saia do ar para que as empresas de telefonia mostrem ao governo se esse aplicativo dá prejuízo ou não, basta um histórico dos últimos anos para se chegar aos números desejados. Mesmo assim, não é garantia de que o governo dê atenção para isso agora!

5 – Bloqueio foi feito para evitar spoliers do Star Wars

Essa é claramente um brincadeira: O WhatsApp teria sido tirado do ar para evitar que os usuários divulguem spoilers da estreia no cinema do sétimo episódio da franquia Star Wars:

5-boato_whatsapp

Como o filme estreou no mesmo dia da paralisação do WhatsApp, muitos usuários no Twitter começaram a espalhar a brincadeira que associava os dois acontecimentos. Uma busca pelo termo “WhatsApp Spoilers de Star Wars” no Twitter mostra que o assunto rendeu!

Conclusão

Esses foram apenas 5 dos muitos boatos envolvendo a paralisação do WhatsApp por causa de uma decisão judicial. E você, viu algum outro boato desse tipo na internet, manda pra nós!

Fonte e-farsas.com

Aílson Garcia
Administrador em Ajduk's
Sou Ailson Garcia. Tenho 41 anos e sou o criador do portal gospel Ajduk's. Também sou locutor da rádio Ajduk's, editor do portal, fotógrafo, técnico de som e administrador direto da rádio. Sou casado com Andreia Garcia e moramos em Tupã desde 1988. Desde 2000 sou cristão dedicado a levar a palavra de Deus para o mundo. Tenho prazer em fazer a obra de Deus e através deste ministério alcançar vidas em todo o mundo com a ajuda da internet.
Aílson Garcia on EmailAílson Garcia on FacebookAílson Garcia on InstagramAílson Garcia on TwitterAílson Garcia on Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: